Annaes da provincia de S. Pedro

Portada
 

Comentarios de la gente - Escribir un comentario

No encontramos ningún comentario en los lugares habituales.

Páginas seleccionadas

Otras ediciones - Ver todas

Pasajes populares

Página 341 - Rei de Portugal e dos Algarves, daquem e dalem mar, em África, senhor de Guiné e da Conquista, Navegação e Commercio da Ethiopia, Arabia, Persia e da India etc.
Página 350 - Guiné e da conquista, navegação e commercio da Ethiopia, Arábia, Pérsia e da índia, etc. Faço saber aos que esta minha...
Página 358 - Braga de ser administrador de um povo livre, desde que ao império da lei substituiu o espírito de facção, eo povo desde aquele instante deixou de respeitá-lo. Sem força moral, sem opinião, um governo não subsiste senão pela desmoralização, pela intriga e pela opressão, e este foi o caminho cheio de precipícios em que se lançou o Sr. Braga. Vós o vistes, rio-grandenses, apoiar na corte com sua autoridade as mais vergonhosas intrigas do marechal Barreto, para perder aqueles cujas luzes...
Página 442 - Imperio del Brasil, y en su consecuencia han expresado « que su voto general, constante y decidido, era por la unidad con las demás provincias argentinas, á que siempre perteneció por los vínculos más sagrados que el mundo conoce.
Página 360 - ... defesa da integridade do Império. Projeto insensato! O golpe mortal que o ex-presidente premeditou dar na honra e bem merecida opinião de seus adversários, reverberou-se contra si! Graças sejam dadas à energia dos generosos patriotas deputados da oposição!
Página 368 - Dom João, por graça de Deus, Rei de Portugal e dos Algarves, d'aquém e d'além mar em África, Senhor de Guiné, etc. Faço saber a vós Gomes Freire de Andrade, Governador e Capitão General da Capitania do Rio de Janeiro, que por...
Página 343 - Aires, ver o estado em que se achava a nova Colónia do Sacramento, que então estava desertada dos nossos, e dar-lhe de tudo notícia e do mais que houvesse de novo por esta costa e aquelas partes...
Página 341 - António Rodrigues da Costa e pelo doutor José de Carvalho e Abreu, conselheiros do seu Conselho Ultramarino; e se passou por duas vias. António de Cobellos Pereira a fez em Lisboa Ocidental, a 25 de junho de 1727. O secretário André Lopes de Lavre a fez escrever.
Página 363 - ... dos nossos campos. Vãos foram os esforços dos deputados liberais para oporem-se a tão opressiva lei; ela passou a despeito da sã razão e do bem-estar dos nossos comprovincianos. O Sr. Braga que pelo...
Página 58 - Mayo de 1681, ea posse, direito, e acção que lhe pertença, e possa tocar-lhe em virtude dos Artigos V e VI do Tratado de Utrecht de 6 de Fevereiro de 1715, ou por outra qualquer convenção, titulo e fundamento.

Información bibliográfica